Páginas

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Tchau blog!

11 comentários:


Eu sei,eu sei,eu ando sumida aqui no blog,as postagens estão sendo quase uma raridade,e não,não é por falta de tempo,é falta de inspiração talvez,de interesse até.Eu sei que amo escrever aqui,sei que adoro ler os comentários,só que essa vida de blogueira fica chata uma hora,e a minha hora chegou.
Eu já tinha falado que iria excluir o blog há um tempo atrás,não fiz,fiquei e aquentei a crise da abstinência.
Agora,estou aqui pra falar e explicar que não irei escluir o blog,eu tenho mais de 150 postagens,entre eles há tutoriais e textos que gosto,então não quero perdê-los.Mas também não irei continuar postando coisas aqui,mês passado mesmo eu não fiz nem a minha tag favorita,que é o Viciei!.
Possa ser que um dia eu possa postar um texto,um tutorial,algo aqui,mas por enquanto eu to largando um pouco do mundo do blog. Mas ''Brenda por quê você avisou sobre isso?'' Para que ninguém fique na expectativa que eu vá postar algo.
Eu gosto muito do meu blog,muito mesmo,fiz ele todo sozinha,e já tenho ele há quase 3 anos,quero agradecer os seguidores do blog,da página do facebook(que eu continuarei postando algo lá,nem se for uma foto),aos leitores,os que sempre comentam,os parceiros do blog e quem vem aqui procurar algo.Vocês me deram muita iniciativa pra eu continuar escrevendo por esse tempo todo.

Então é isso,beijos e até algum dia.



sexta-feira, 31 de maio de 2013

Porque no final todos morremos sozinhos

11 comentários:


Dentro dessas caixas de sapatos,quartamos nossas fotos,fotos da família,de alguns amigos e da nossa infáncia.Eu cresci,e as fotos se tornaram algo mais sentimental,mais puro e verdadeiro.Vejo meu  cabelo curto,meu cabelo longo,mais cacheado,mais liso,com franja,sem franja,de lado,solto,amarrado,bagunçado e despenteado.Aquelas tantas Brendas,te tantas risadas e choros,foi crescendo e crescendo até se torna eu,uma Brenda de cabelo azul ,que não é longo nem curto,mas azul,logo a cor que eu mais odiava,a cor que me lembrava o mar.Águas profundas sempre me deram medo.Não sei nadar.
E nós crescemos,aprendemos,sorrimos,choramos,dançamos e nos divertimos,e no final,acabaremos morrendo como todos,sozinhos.
Eu quero fazer história,não importa pra quantos,nem quando,eu quero ser lembrada.Sempre.Não quero morrer e não deixar nada,não posso ver meu futuro,mas espero que eu consiga ser algo especial na vida das pessoas,algo que alguém irá comentar em algum momento.Talvez pros filhos,netos,amigos,só quero que comentem de mim,e isso pode ser sim egoísmo,porque não quero ser só algum parente que morreu,nem uma amiga falecida.Quero ser alguém,e não importa que tipo de história vão contar sobre mim,mas seria tão gentil se fosse boa,contar sobre minha adolescencia rebelde,sobre minha infáncil inosente,ou sobre qualquer coisa que possa me acontecer daqui a pouco,ou talvez daqui a muito tempo.Não podemos saber.
Porque no final,acho que o objetivo não so meu,mas de muitos,ou talvez até de todos,é que alguém lembre da gente,da nossa vida,e da história,porque uma boa história pode valer muito,valer tanto quanto um objeto que tem alguma história pra um colecionador,pra alguém.
Não quero ser só mais um túmulo no cemitério,mais um corpo se deteriorando,quero que meu nome seja lembrado,e não por coisas ruins,ninguém quer isso,mas por coisas que eu possa chegar á fazer,ou por coisas que eu tenha feito.Ou simplesmente pela família,não é questão de ser famosa,não,é questão de fazer história,só que para as pessoas mais especias.



sábado, 18 de maio de 2013

Porque isso não é rebeldia

3 comentários:


E se mesmo assim eu errar todo dia,me perdoa,eu não fiz por mau.E se todo dia eu gritar com você,esculte minhas desculpas depois.E se caso eu sair correndo daqui,não se preocupe eu volto,volto pros seus braços.E quando eu estiver nervosa só me deixa em paz por um minuto.E se eu ficar cantando alto não brigue comigo,cante junto.E se eu ficar aqui no computador,escrevendo no blog,só deixe que eu faça o que gosto.
Porque eu vivo assim,fazendo perguntas que você não tem paciência pra responder,pegando o violão e fazendo barulho,irritando os cachorros,gritando com a Tv,chorando pelos livros,rindo por ai,dançando com meia branca pelo chão,dormindo com moletons velhos,usando meias coloridas pra ir pra escola,tirando fotos fazendo caretas,falando alto,ficar correndo pra fazer lições de casa,quebrando a cabeça com problemas de matemática,chegando em casa reclamando da antipática da menina da minha escola,sujando a cozinha toda tentando fazer algo,ficar ouvindo som alto com meus amigos,ficar falando de bandas que você nem conhece,ligando pra você só pra pedir algo,perguntando se ainda me ama,chorando de rir quando você faz alguma merda,pintando o cabelo,sujando a casa toda,rabiscando papeis,falando tudo errado,destruindo algo,mudando os canais da Tv pra depois desligar.
Porque vivemos assim,porque eu vivo assim,você vive assim,todos vivemos assim.Fazendo apenas coisas de adolescentes,simplesmente sendo bobos,sendo chatos,sendo a gente.
Não se preocupe,eu to crescendo,to mudando a cada dia,descobrindo um pouco desse mundo gigante.Eu só quero crescer em paz,poder errar mil vezes,fazer tudo errado mil vezes,sujar tudo,rir de tudo,chorar de tudo,ouvir a mesma música música mil vezes,sair gritando,rir alto no ônibus com meus amigos,fazer palhaçadas na rua....Eu sou estou sendo eu,a cada sorriso,a cada choro,a cada abraço,a cada olhar,a cada dúvida,a cada pergunta,a cada resposta,a cada careta,a cada erro,a cada beijo,a cada mania de adolescente.


sábado, 11 de maio de 2013

Simplesmente me abrace

9 comentários:



Eu gosto de abraçar as pessoas, se bem que gosto de abraçar meus cachorros também. Eu gosto de abraçar o travesseiro quando estou chorando na cama, gosto de abraçar minha mãe quando tô carente, gosto de abraçar meus amigos assim que os vejo, gosto de abraçar minha avó toda vez que á vejo. Gosto de abraçar meu pai quando estou com frio.
E se você me vê por ai e vim falar comigo,me dê um abraço, esse gesto de carinho tão gostoso,esse gesto de troca de carinho entre as pessoas. Isso é tão bom.
Abraço bom é abraço apertado, aquele de quando você vê uma pessoa especial, de quando você está triste, ou muito feliz.
E se eu te abraço toda vez que te vejo é porque gosto de ti, e mesmo se você vim me oferecendo um beijo irei esticar meus braços. Sou meio carente assim mesmo, sou meio mimada por carinho desse jeito mesmo, meio chatinha meio birrenta. As vezes pareço ser fria, meio que ''to nem ai pra você’ ‘mas é mentira,oh como sei como é. Você é especial, tão especial quanto ele, e ela, e aquela ali também.
E ao contrário do que muitos possam achar,um abraço muda o dia de uma pessoa,tranquiliza a alma,tira a tristeza e conforta a mente,como um remédio chamado Amor.
Porque quando eu estiver triste simplesmente me abrace ... ♪♫









quinta-feira, 2 de maio de 2013

Quarto escuro

6 comentários:


E ele vive em um quarto escuro,sozinho,perdido nos próprios pensamentos,com suas lembranças de um passado mais feliz.Ele vive em poucos metros quadrados, rodeado de fantasmas da noite,de sorrisos tristes para as paredes escuras que ele não sabe a cor,ele vive sozinho.
Ele não sabe como entrou lá,ele simplesmente está lá,ali, isolado do resto do mundo,se é que ainda existe mundo,ele não sabe,perdeu a noção do tempo.Coitado.
Ele tateá as paredes em busca de um fecho,de uma trinca,será que tem uma saída?Um feixe de luz para iluminar aquele ''mundinho dele'',aquele lugar triste,vazio por dentro,mas ninguém sabe como é por fora.Ele procura uma saída,revira a sua mente,tenta se lembrar de pequenas coisas.
Sentado em algo que pode ser um sofá velho,ele tem uma caixa fechada,um colar com o formato de um coração,e um papel.Ele não sabe o que está escrito no papel,está escuro demais para ler,o colar tem forma de coração,mas ele não sabe o por quê,a caixa é fechada,pequena,quadrada,o lugar dela não é ali,vivendo trancafiada.Ele quer sua liberdade,mas não sabe o motivo,a vida dele era feliz,só que o seu motivo de viver tinha acabado,seu único amor verdadeiro era uma mulher tão bela,que o deixou abandonado pelas ruas,chorando de madrugada,bêbado,tentando achar a chave de casa para poder ligar pra ela de novo e de novo só pra gritar o nome dela e dizer 'eu te amo',mesmo sabendo que ela não o ouviria.Ela o traiu,o deixou,a vida dele foi de traições,de mágoas,e isso começou quando ele virou adulto,viu que brincar de pipa não era mais pra ele.
Ele foi se afundando em mágoas,em tristezas,e cada lembrança que tinha da vida de criança ele chorava,chorava porque não sabia o quanto era feliz.Ele sofre.Sofre em seu quarto escuro,de paredes sem cor,de uma caixa fechada,de um colar de coração e de um papel.
E ele nem sabe que o colar de coração significa que ainda existe amor,não o da bela moça,mas o da família,de alguém,dele.Que para abrir a caixa ele tem que parar de se lamentar por um amor perdido,ele tem que perdoar e continuar a viver.E que para ler o papel,ele tem que procurar um novo motivo para viver sorrindo,e assim os milhares de feixes de luz irão aparecer e ele poderá ver que o que está escrito no papel:

VIVA!



terça-feira, 16 de abril de 2013

Comecei a gostar

12 comentários:


Será que é ignorância,egoismo,eu gostar dos meus textos?Eu sempre falei que não sabia como tinha leitoras e seguidoras nesse blog,porque simplesmente escrevia textos que pra mim eram bobos,fáceis,sem sentido.Mas tirei o dia pra ler alguns,e se eu falar que gostei do que li,do que admirei meu próprio 'trabalho'?Será que é vaidade, narcisismo da minha parte?
É estranho,mais assim que escrevo,eu acho que ta tudo O.k e publico,mas depois eu vejo e fico me perguntando se aquilo é verdade,se eu realmente escrevi um texto tão ruim,e ainda vem gente no meu facebook falando que adora o que escrevo,fico me perguntando se é algum tipo de piada.
Li ontem vários textos,o motivo?Não sei,talvez isso,talvez aquilo lá,e gostei,foi como se eu tivesse lendo um diário,só que um diário público,que não contava muita coisa,mas que falava tudo(?).Como se quem tivesse lendo não soubesse o que realmente acontecia por trás daquelas palavras,mas mesmo assim comentavam falando que se identificavam,era estranho,porque toda vez que lia um texto novo,eu via que era exatamente aquilo que tava sentindo,só que de uma forma que eu não tinha que me envergonhar.Como se fosse uma caixinha,e todo mundo pudesse ver por fora,só que só eu tivesse a chave.É meio engraçado,meio sombrio,meio eu.
E com isso,eu quero saber,qual é seu texto preferido no blog?qual você se identificou?Você pelo menos gosta de algum?Me ajude,me responde,me dê incentivo pra continuar escrevendo.


terça-feira, 9 de abril de 2013

Será?

2 comentários:


E penso nas mil e umas conversar que deveria termos falado,e tudo se resumiu em ''gostei do cabelo'' e ''não,não comprei minha tinta na galeria do rock''.Falamos tão pouco,e não sei dizer o motivo já que depois sua imagem e palavras ficaram na minha mente.
E quando vou deitar para dormir,fico sorrindo pras paredes,imaginando eu te apresentando toda orgulhosa e até tímida,para os meus pais.Imaginando a cara do meu pai vendo você e eu junto.hahaha!!!
E como deve ser o gosto do teu beijo?E como deve ser seu abraço mais apertado?Como será mexer no seu cabelo?E será que existe paixão a primeira vista?porque só de te ver algo mudou,e minha vontade é de sair correndo e voltar para aquele shopping e te fazer várias perguntas,te encher o saco,te paquera,e no fim manter contato.Porque no fim,não sei se me apaixonei ou se é só frescura da minha parte.


quinta-feira, 28 de março de 2013

Do it yourself

3 comentários:


Viciei

Nenhum comentário:

Eita mês corrido em?Não sei pra vocês,mas pra mim foi assim.Mas por favor né?Posso não ter tempo pra não fazer post,mas a tag Viciei tem que estar em dia né?Então vamos lá!


Sim,essa música novamente aqui!!!
















Ufa!Quanta música.Esse mês a unica coisa que tive tempo mesmo,foi escultar música,porque o resto...O mês foi corrido mais geralmente tem tudo que eu gosto,do mesmo estilo.Indie Rock.As músicas são muito boas,tem das mais dançantes,até aquela pra ouvir quando está lendo.Tem Bring Me The Horizon pra me fazer voltar a escultar Screamo,e Tiago York pra me fazer gostar de música calma.
Pra aproveitar quero agradecer,porque passamos de 100 seguidores,estou bem feliz.Obrigada!E pedir desculpa pela falta de comparecimento aqui no blog,mas agora já estou com a rotina quase 'normal' e irei voltar pra cá.

quinta-feira, 21 de março de 2013

Vampire Weekend,já ouviu?

Um comentário:


Vampire Weekend é uma banda americana de Indie-Rock,formada em 2006,por Ezra Koenig(vocalista e guitarrista),Rostam Batmanglij(tecladista,baixista  e 2º voz),Chris Tomson(batera) e Chris Baio(baixista),na época da faculdade.A banda já tem dois discos e um EP.
Conheci a banda pelo Youtube,naquelas propagandas,e de cara já adorei.O som dos caras é extremamente foda!Amo Indie-Rock,e Vampire Weekend já está sendo uma das bandas mais tocadas no play do meu celular.

 Não conhece?Então esculte:




Tenho certeza que essa música você conhece:

Gostou?O site da banda é esse Vampire Weekend.


domingo, 17 de março de 2013

Porque eu aprendi a andar de metrô

Um comentário:


To aprendendo a andar por ai,ver gente nova,respirar outros ares.Pego o metrô porque meus lugares preferidos em São Paulo ficam longe de casa,e gosto disso,ver que tem mais gente estranha do que eu ali,naquelas escadas,naqueles bancos.
Quando consigo sentar,fico olhando pra janela,aonde vejo um quadro que se passa em movimento,que muitos chamam de ''vista pra rua''.Não sei,pra mim,é a mistura de tudo isso,com tudo nada.
E agora que to amadurecendo tão rápido,vendo que as coisas são totalmente diferentes do que eu pensei que fossem,mesmo quando todos já estivessem me avisando isso,e eu  nunca tivesse ligado.Agora eu vejo,agora eu percebo.
E eu me acostumei a acordar tão cedo,de sentir sono a tarde toda,e to começando a me acostumar com todos aqueles rostos na escola.Os trabalhos e livros andam me cercando,as vezes acho que não irei dar conta e tirar vermelho em todas as notas,outras fico pensando que sou capaz sim,e que vou me esforçar o máximo.E no fim,acho que é essa bipolaridade que acaba me cansando.
E eu escrevo e escrevo aqui,e na verdade não sai 1/3 daquilo que penso quando estou olhando pro nada mas pensando em tudo.Fico imaginando os milhares de textos que o blog teria se eu tivesse o dom de saber me segurar na hora de escrever na folha com caneta,eu saiu escrevendo muito,a caneta me faz errar de tantas ideias e palavras,a mão dói e eu acabo desistindo.E quando acontece de eu vim escrever no blog,sai tudo do jeito que não deveria sair...tudo sem sentimento,tudo tão...copiado.
Por isso,as vezes meus textos estão tão sem nexo,sou apenas eu,sentada na frente do computador desabafando com qualquer um que esteja lendo as baboseiras que escrevo,e as vezes estão tão sentimentais,depende,depende de mim,depende do dia.
E eu estava na maior fé que iria escrever um texto sobres os melhores dias que estava tendo,sobre minha alegria de sair e comprar livros,passar por parques e ter aquelas paixões momentâneas por certar pessoas no metrô,Ah como eu to adorando essa minha correria,poder falar realmente de algo com meus amigos,de como agora,minha vida mudou,de como eu estou mudando e de como a mesmice  hoje em dia me incomoda.E que a mudança,o desconhecido,o novo,está me atraindo cada vez mais.
E é como se eu estivesse mais feliz,com mais paciência e determinação,a cada dia que passam.



segunda-feira, 11 de março de 2013

É tudo sem sentindo

Um comentário:

E parece que larguei o blog,mas não,é apenas falta de tempo,falta de inspiração,falta do que falar.Pensei em até excluir o blog de vez,mas não posso,tenho textos que são como palavras de um diário,tem coisas importantes,e além do mais ,gosto muito desse meu cantinho.
Estava pensando em colocar uma postadora aqui no blog,só que não sei ainda,quero alguém que saiba o que está lendo e escrevendo,alguém que realmente entenda meus textos e palavras.Não sei se a ideia é fixa ainda,mas as pessoas que eu penso pra vim postar aqui no blog,são 10x mais ocupadas que eu.Droga.Então por enquanto vai ficar assim mesmo,quando tiver tempo,terá postagens e textos meus reclamando de algo.

Amo ler,mas do jeito que as coisas andam,a leitura ta virando mais uma obrigação do que um prazer.Escola pare de mandar agente ler tantos livros,eu estou sem tempo pra ler os meus!E vejo a cara de desgosto do pessoal quando vem mais um livro pra gente correr atrás e ler,e não é porque eu goste muito de ler que vocês tem que apontar o dedo pra mim e falar que estou feliz com mais um livro.Não,de certa forma não estou.Pra falar a verdade não estou feliz com muitas coisas.Mas tento ver tudo pelo lado bom(se é que as vezes existe),e a escola nova,alunos novos,professores novos,e amigos novos não são tão ruins assim,pra falar a verdade eu até gosto.E quando eu pergunto pra alguém se está em uma escola nova e a pessoa me responde que NÃO,eu acho a coisa mais sem graça que tem,é tão hipócrita na minha parte,já que eu que estava doida pra continuar na mesma escola.Mas sei lá,a gente vai aprendendo a gostar e se acostuma e quando vai vê já se apegou.
E esse texto ta tão sem nexo que eu to aqui escrevendo essa merda toda sem ao menos saber pra que estou escrevendo essa merda toda,e sei que se tiver comentários serão ou rindo ou concordando com algo que escrevi(coisa que sempre fico feliz).E é por esses motivos que eu realmente acho que deveria excluir o blog,afinal?quem escreve em um post concordando que o próprio texto está ruim e mesmo assim publica?ah...eu.


quinta-feira, 7 de março de 2013

Viciei

2 comentários:

Primeiramente quero pedir desculpas pra vocês por não ter postado a tag Viciei aqui no blog,só que ando bastante ocupada,então...me perdoe.
Mas mês passado não teve muita coisa nova,então vamos para o que interessa.

Duvido alguém não ter gostado dessa música,é viciante e a letra é linda.





Realmente foi poucas músicas,com a correria não pude nem aproveitar mais.
E para homenagear Chorão,um grande astro da música brasileira,que fez história,e que não importasse se você era fã ou não,sempre tem uma música do CBJR que você sabe cantar,e que te faz ter milhões de lembranças.Charlie Brown Junior sempre foi aquela banda que todos gostavam,com letras inteligentes e verdadeiras.Tenho certeza de como eu,todos iremos sentir saudade do Chorão,e só de imaginar que não irá ter mais novas músicas...Cresci escultando CBJR,obrigada pai por te me apresentado uma banda tão boa.Obrigada Chorão por ter feito história.Descanse em paz poeta.



terça-feira, 5 de março de 2013

Do it yourself

4 comentários:

Pra quem gosta de laços! 

Mas que droga!

Um comentário:


E eu me senti tão culpada,tão triste quando soube que você tinha mudado de escola.Pensei sobres as coisas que deveria ter falado,ter feito,mas como sempre,a timidez me venceu.Me senti uma tonta,uma tola,por ter deixado você ter ido assim,sem ao menos dizer um tchau.
E eu ainda não descobri o que me atrai tanto em você,você não é o menino mais bonito daquela escola,e muito menos o que já vi na vida,você não tem o papo mais legal,e com toda certeza não é o mais estiloso ou moderno.Você é apenas você.Com aqueles óculos de armação fina,olhos claros,e com um jeito super atrapalhado.Eu nem sei se gosto realmente de você,você é tão estranho que as vezes tenho raiva de mim mesma,por achar que sinto algo pela sua pessoa.Ah céus!
Mas por quê?Por que,entre mais de 100 pessoas,eu fiquei loco a fim de você?Não sei se foi sua solidão que me atraiu,ou apenas você,sem mais nem menos.Mas toda vez que penso em você eu fico com raiva de mim mesma;Fico repetindo a todo instante que nem gosto de você e que você mesmo sabendo que eu existo,não da a mínima.Porque se machucar é melhor do que ser machucada,você sabe ate aonde pode aguentar,até aonde vai seus limites,agora,ser machucada é sofrer por algo que ninguém sente além de você mesma.
Ah troca!Eu pareço mais uma menina ''apaixonada'' falando só besteira,eu não queria chegar a esse ponto.Eu não gosto desse ponto.Tava tão melhor quando passei os últimos 2 anos não gostando de ninguém,porque afinal,na escola antiga,a gente era tudo entre amigos,gostar de alguém ali,seria como me machucar atoa.Eu não era idiota,era,porque agora sou.
E o pior de tudo?Você nem foi embora!Mas que droga!
Chegar na escola e ver você sentado no banco da pracinha(como sempre),me fez ter mais ódio de mim duas vezes,uma por gostar de você,a outra por ter ficado me culpando o dia todo por algo que infelizmente nem aconteceu.A sua partida.
Sou uma idiota.


quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Anjo mecânico-As Peças Infernais

2 comentários:

Título: As Peças Infernais
Subtítulo: O mundo antes de Os Instrumentos Mortais
Autor(a): Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Págs.: 387 

Tessa Gray tem apenas 16 anos e,mesmo parecendo ser uma mocinha indefesa,precisa cruzar o oceano de New York á Londres vitoriana para encontrar o irmão mais velho.Com a morte da tia Harriet,ela não tem outra escolha senão ir morar com Nathaniel ,o único parente vivo.Porém,para sua grande surpresa,ao desembarcar,Tessa é imediatamente sequestrada pelas irmãs Black e Dark,duas senhoras nada simpáticas que também mantêm Nathanielem cativeiro.
A segunda novidade é que a srta. Gray não é nem um pouco indefesa.Dona do estranho poder de se transformar em qualquer um apenas ao tocar em algum pertence dessa pessoa,a menina é um objeto valioso para os membros do Clube Pandemônio,uma organização secreta mantida pelas Irmãs Sombrias.Como nada no submundo escapa do conhecimento dos Caçadores de Sombras,Tessa é logo resgatada por eles, encontrando abrigo no Instituto de Londres.
Mas as portas do esconderijo,que só podem ser abertas pelos Caçadores de Sombras,protegem Tessa apenas parcialmente.Do lado de fora está desenrolando uma verdadeiras caçada em seu nome,e o Magistrado fará qualquer coisa para tê-la sob seu poder.Com a ajuda de máquinas humanoides,os autômatos,o novo líder das forças do mal em Londres se infiltrará na cidade,nos becos do submundo e em todo o caminho,até alcançar o coração dos Caçadores de Sombras.
Junto ao temperamental e misterioso Will e seu melhor amigo James,cuja frágil beleza esconde um terrível segredo. Tessa vai aprender a usar seu poder e conquistar um lugar ao lado deles na batalha.Tudo isso para tentar descobrir quem é o Magistrado e qual é a origem de sua habilidade sobrenatural.E sem que ela se esqueça ,é claro,de tentar controlar a atração que sente pelos dois garotos.Afinal,muitas vezes o amor é mais poderoso de que qualquer magia.

Realmente não tem muito o que falar do livro;Afinal,ele é fantástico como todos os livros que a Cassandra Clare escreveu.Me perguntaram se a pessoa que não leu Os Instrumentos Mortais,pode ler As Peças Infernais,e sim,pode.Porque mesmo as duas 'sagas' contando histórias diferentes,o tema é o mesmo:Caçadores de Sombras,demônios,vampiros,magos,fadas,lobisomens...E tudo que envolve isso.Mas Brenda,eu não conheço nada sobre Os Instrumentos Mortais,não li a série,e nem sei do que se trata,posso ler Anjo Mecânico?Pode,porque a Cassandra conseguiu fazer um resumo de tudo o que é importante para quem não leu a saga anterior,e pra quem já leu,e fica pensando ''mas irei ler o que já sei'',vai,só que de uma forma resumida,e uma forma que a personagem principal,Tessa,vai aprendendo.Então não tem o que reclamar.
Cassandra como sempre,usando aqueles pequenos detalhes do começo do livro,que ninguém mas nem se lembra,para sempre super importantes para o final(adoro isso).E claro,deixando o final do livro,não com gostinho de quero mais,mas sim de quando irá lançar o próximo?Quero mais!!!Mas tenho que admitir que o começo do livro foi bem chatinho,principalmente porque o livro de passa em outra época.
Os personagens são incríveis,com personalidades fortes e são fáceis de ser apaixonar(hahaha),Tessa me encantou no começo,mas depois esperei mais dela e não obtive.Will  e James(Jem)são MARAVILHOSOS,e com Will você dá boas risadas,mas com Jem você morre de amores.
Então é isso,comprem,peguem emprestado.Leiam!Aposto que iram adorar.
Comprei o meu pelo Submarino.



sábado, 16 de fevereiro de 2013

Entrevista com OMUGS

5 comentários:

E ai?Como passaram o carnaval?Ficaram em casa,saíram,desfilaram?Eu mesma fiquei em casa,e mesmo em casa,eu não fiz nenhum post(preguiçosa que sou).Mas estou muito feliz,porque a Bruna de Portugal,dona do blog  Coisinhas de Garota,fez uma entrevista comigo!

A Bruna falou que é super fã do blog e agente conversando pelo Facebook,e ela teve a ideia de fazer uma entrevista.O blog dela é novíssimo,então sigam,e vão visitar o cantinho dela.E eu sempre quis fazer uma,só que ninguém nunca tinha me convidado ): hahaha!

Vejam um pedaço da entrevista:

''E.:Sempre gostou de escrever?Se sim,desde quando?
B.:Sempre gostei,só que não sabia que tinha tanta facilidade,mesmo que quando pequena,eu era a unica que gostava de fazer redação e sempre fazia os maiores textos hahaha''

E.: Qual foi a pior fase no seu blog?
B.:Com certeza o começo,porque já tenho o blog a mais de 1 ano e só a partir do final de 2012 que tomei vergonha na cara e comecei a postar e ganhar leitoras''

Veja a entrevista completa no blog da Bruna: Coisinhas de Garota.





quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Porque um dia todo mundo cresce e amadurece

3 comentários:


Você não me falou nessa parte da história!Você falou que eu iria crescer,trabalhar,casar,ser mãe e depois ser vó,pra ai sim,morrer.Você me contou das surpresas da vida,de como é ser feliz,e como é bom ser criança.Me disse que na escola eu iria aprender várias coisas e que iria ter vários 'amiguinhos'.Brincava comigo e falava que eu só poderia namorar quando fizesse 40 anos hahahaha. Me ensinou que nem tudo na vida é do jeito que agente quer,e que a única certeza da vida é que iremos morrer um dia.Me disse que não devemos confiar em todos,e que o ser humano é um bicho traiçoeiro. Você me falou para não desistir e que nem todos merecem uma segunda chance,me mostrou como construir,montar e concertar algumas coisas.Me contou que tudo tem dois lados,e que devemos saber ver o lado do outro.
Você me disse que eu iria crescer,trabalhar,casar,ser mãe,ser vó e depois morrer.Me disse pra aproveitar as oportunidades,pra deixar de ser tão tímida.Me disse que a melhor coisa é trabalhar e ter o que é seu.Tentou me ensinar a costurar ou fazer bordados.Me falou que a vida é que nem rapadura,é doce mas não é mole.Me mostrou que sempre terá alguém com uma vida pior que a minha,por isso não viver reclamando(acho que essa eu não aprendi).Me mostrou que tudo que é feito com carinho e dedicação sai bem feito,me falou que trabalho de gente preguiçosa é trabalho mal feito.Me falou que amizade é quem nem ouro,e que saber fazer amizades é um dom.Me mostrou que devemos encarar nossos medos e nos superar todos os dias.Me avisou dos males que a vida pode trazer,e do bem que podemos compartilhar.Me fez amar os animais,me ensinou  a pintar a unha,arrumar o cabelo e me maquiar.
Vocês me ensinaram a não chorar por uma machucado,me mostraram que tudo fica mais fácil sorrindo,e que não devemos chorar por besteiras.Vocês sempre riram das minha palhaçadas e me faziam chorar pelos meus erros,me ensinaram que errar é humano,e que não devemos ser tão rudes.Vocês me ensinaram a amar,a perdoar e a respeitar.
Quando acordava chorando por causa de pesadelos e noites mal dormidas,vocês sempre ficavam do meu lado até eu pegar no sono de novo,e se eu acordava chorando,assustava,lá estava um de vocês,fazendo rotinas até eu voltar a dormir novamente.Eu sinto saudade de quando tinha medo do escuro e vocês me falavam que não tinha o que temer,sinto saudade de quando tinha medo de ir no banheiro por causa das historinhas de terror que ouvia na escola,sinto saudades de quando tinha pesadelos e vocês estavam lá pra me tranquilizar,sinto saudade de quando ficava doente e era toda mimada até melhorar,sinto saudades desses pequenos carinhos,dessas pequenas retribuições de amor.Porque hoje em dia,eu já sei que o escuro é um lugar até bom pra ficar,e que o banheiro é só mais um cômodo,porque hoje em dia eu fico doente e sei como me virar para melhorar depressa,sei que meus pesadelos são só pesadelos e que um bom livro,música e até desabafar,vai me fazer dormir novamente.E que o carinho e o amor continua o mesmo,só que crescer é difícil lembram?E que eu preciso ganhar menos pra saber dar valor.
Mas nenhum de vocês dois me falou de como é sentir saudades,de como é se sentir sozinha,vocês não me contaram que todos passamos por coisas ruins quando estamos crescendo,e que as vezes é difícil superar isso.Vocês não me contaram que papai noel não existe,que o coelho da Páscoa na verdade nem coloca ovo,e nem que príncipes não existem.Vocês só me consolaram quando descobri tudo sozinha,e contaram que as coisas são assim mesmo,e que crescer é difícil.
Vocês não me contaram de como seria tão difícil.


quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Lágrimas do céu,lágrimas de chuva.

3 comentários:

E eu tento,tento muito.Mas conversa com algum de vocês é mais complicado do que parece,meu rosto vai se tornando uma máscara de dor e sofrimento,enquanto eu tento não chorar.Olho pra vocês e vejo mais uma briga voltando a se forma,e me pergunto se vocês não vê a dor que está estampada nos meus olhos.
A chuva cai pesadamente a tarde,como se toda a dor que o céu sofreu no dia ensolarado,fosse derramada em gotas de água.Meu rosto está molhado por causa das lágrimas do céu,e minhas lágrimas viraram chuva.
E a cada página completa daquele caderno idiota que poderia muito bem ser chamado de diário,eu penso se algum dia isso tudo vai melhorar e eu vou poder ler cada palavra como se fosse apenas tudo de uma passado distante.Espero que isso aconteça,porque já estou perdendo minha esperança.
Eu já relatei como odeio o verão?Dia:quente pra caralho;Tarde: quente pra porra;Noite:cheia de pernilongos.E nesse feriado de carnaval que passou super rápido,eu penso que na verdade é tudo uma questão de tempo.Tempo pra se acalmar,tempo pra pensar,tempo pra agir,tempo pra se expressar,e dizer á todos que tudo na vida é questão de tempo,ate a própria vida.
Percebo que na hora do choro tenho mil e uma idéias para acabar com tudo isso,mil coisas para falar,mil pensamentos em falso.Tudo por uma tarde chuvosa e quente,e meu rosto dizendo a todos: Ela andou chorando.


segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Primeiro dia de aula

8 comentários:


Ainda está escuro por causa do Horário de Verão,são 5:30 AM e eu to começando a me arrumar para ir para escola.Coloco uma camiseta com estampa do Bob Esponja,uma calça jeans e tênis,meu cabelo está amarrado,e minha maquiagem é bem simples.Confiro se estou com tudo do que preciso,agora só falta a coragem,que eu vou ganhando no meio do caminho.
O ônibus está vazio,o pessoal olha pra mim por causa da cor do cabelo,e pra minha sorte já acostumei com todos os olhares.A viajem é curta,estou quase chegando.
Se falar que não estou nervosa é muita mentira,não vejo um rosto conhecido.Uma amiga minha que estudou ano passado comigo não está aqui,e eu fico olhando pros lados até ver se acho ela.
O portão ainda não abriu,a frente da escola está cheia de gente,vejo aqueles grupinhos de amigos,e como esperava é a mesma idiotice de todo ano,cada estilo em um canto.Fico me perguntando aonde vou ficar,com quais pessoas vão ser meu amigos e se eles vão gostar de mim.
A escola é grande,e é tanta gente,o pessoal do 1º misturado com o pessoal do 2º e 3º ano,e é assim que me sinto mais infantil.
Hoje já me acostumei com a escola,com a bagunça de horários,com acordar cedo,com os meninos bonitos do 2º ano(hahah),do pessoal me encarando pela cor do meu cabelo,pelas meninas que querem se achar as mais punk da escola,pelas patricinhas,pela minha risada alta,e com todo mundo que vem ate a mim e fala ''gostei do seu cabelo,pintou com crepom?'' hahahahaha

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Não sei ao certo que título dar para esse texto

4 comentários:


Mas uma noite em claro,e dessa vez não é culpa do PC nem dos livros,e sim de mim mesma.Minha rotina de sono esta bagunçada por causa das férias,durmo de tarde,fico acordada a noite,e assim vai.
Estou tentando mudar,já que essa ano irei estudar de manhã,mas pelo que vi hoje,não estou tendo muito sucesso.Deito na cama e milhões de pensamentos,metas,ideias se passam.Mas nada que eu guarde ou lembre.Infelizmente.
Já me indicaram chá,leite quente,bebidas quentes de todos os jeitos e tipos,mas eu nem me interessei e nem fiz questão de procurar saber de nenhuma,porque já sei que nenhuma vai me fazer dormir.O problema não é falta de sono,sim,tenho sono,só que minha mente é chata,fica pensando no tempo que conheci você,nos meses mais frios do ano,que eu ficava enrolada em uma coberta com o celular na mão só esperando as respostas das minhas tantas perguntas.A saudade é que naqueles tempos eu estava mais feliz,menos pensativa.Lembro muito bem que vivia gripada por causa do frio do mês de Junho,e você vivia rindo da minha voz quando eu estava com a garganta inflamada.
Não descobri ainda se eu era feliz por naquela época ser apenas sua amiga,ou por eu não ter todos os problemas que tenho hoje.Eu espero que seja a segunda opção,já que a primeira não posso ter de volta.
E eu fico acordada a manhã toda,olhando o movimento da rua,vendo os melhores desenhos que passam na TV,conferindo minha caixa de mensagens,meus emails,brincando com meus cachorros,e até muitas vezes fazendo uma limpeza na casa.Eu me sinto bem de manhã,como se o sol e o clima fosse mais leve,é...deve ser isso.A leveza das coisas quando poucas pessoas estão acordadas,o quase silêncio que é la fora,e o barulho que é aqui dentro da minha cabeça.E se eu pudesse te dizer alguma coisa hoje,é que eu dormia melhor quando sabia que você estaria me mandando mensagens de 'bom dia' na manhã seguinte.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Eu mudei,só que não percebi

Um comentário:

E desde quando eu não tenho mais medo do escuro?E desde quando eu comecei a gostar de TVD?E desde quando eu comecei a gostar de gatos?E desde quando eu me importo tanto?E desde quando...Desde quando eu mudei e nem percebi?
E as coisas estão acontecendo de um jeito tão alucinador,tudo tão depressa,tudo tão devagar,tudo tão...bagunçado.E eu fico vendo essa reviravolta,essa bagunça,esses meus pensamentos perdidos.
Minha paciência se esgotou,todo dia é um grito,uma briga,uma discussão,todo dia  eu procuro algo que me faça mais feliz.Um filme com meu melhor amigo,uma música,um sorriso,uma piada...Um dia saudável pra minha alma,pro meu coração e pro meu pensamento.
Livros não estão sendo o suficiente ultimamente,seriados ocupam mais meu tempo.Músicas me tiram to tédio por poucos minutos,depois...volta tudo a mesma coisa.
Mensagens não respondidas,livros abandonados,músicas enjoativas,café velho,cabelo desbotado,espinhas,olheiras,sono,redes sociais e seriados de triângulos amorosos que eu a pouco tempo falava tão mal.
Porque tudo nunca se passou de sonhos e pesadelos,porque tudo não passou de café sem açúcar,de refrigerante sem gás,de lugares abafados,de jogo DEMO,de vídeos pela metade,de músicas sem noção,de artistas drogados,de risadas no meio da noite,de choros no meio do dia,de óculos de gral quebrado,de celular caído no chão,de filmes ruins,de gente desconhecida,de joelhos ralados,de maquiagem borrada,de internet lenta,de...tudo não passou de coisas ruins.


segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Viciei

3 comentários:

Eu deveria tá feliz por chegar o final de mês e postar a tag Viciei,mas final de mês significa volta as aulas e isso não é uma coisa a se comemorar haha.
Então...Como já expliquei anteriormente,não fiz o Viciei do mês de dezembro,então vai ser tudo junto,e sim,pode ter músicas que já postei aqui nos meses anteriores e voltei a ouvir.

No mês de dezembro foi mais as músicas Pop  e em janeiro que descobri bandas novas,e até uma cantora dos anos 60.Então como sempre,está tudo bem mesclado.Tem Fresno,trilha sonora de série,os cabeludos do Pearl Jam,e muuuuitos mais!

E sim...eu viciei na música de entrada de AHS.





Duvido muito alguém não ter viciado nessa música também.






Pare tudo o que está fazendo e ouça  Dark Again.Sério,essa música é perfeita.






AMEI essa nova música da Taylor,tipo...Ela ta super rebelde no clipe,largou os vestidinhos e poás e virou rebelde.Adorei,tirando que o cara que tá no clipe é um gato




domingo, 27 de janeiro de 2013

Quanto vale uma vida?

8 comentários:

E quanto vale uma vida?Um ingresso para um parque?Um ingresso para a balada?R$7,00?O QUE VALE UMA VIDA?!Um discussão no transito?Um argumento?Um segurança que não deixa sair por causa de dinheiro?QUANTO VALE UMA VIDA?!
Todo ano tem uma tragédia,os noticiários falando da quantidade de mortos,da quantidade de feridos e desaparecidos.Quantas vezes você já não ouviu falar de tal quantidade de pessoas mortas por um acidente?De quantas estavam desaparecidas e quantas outras feridas?Isso é deprimente.
Eu fico grata por minha família não ter perdido ninguém em um acidente grande como esse de Santa Maria,mas agente nunca sabe o que poderá acontecer daqui a uns dias.
Se eu falar que chorei quando assisti o noticiário?Vocês acreditariam?Não to aqui pra tentar da uma de ''boa moça'',mas sim pra demonstrar que não é porque foi com os outros que eu não posso ficar triste.Minha mãe diz que o minha maior qualidade e do mesmo tempo meu maior defeito,é que eu não gosto de ver ninguém sofrer.Defeito por que eu sofro junto,mas não chega nem a ser a dor que cada um tem,mas a dor que eu posso aguentar talvez.E se eu morasse por lá eu ajudaria da forma que pudesse.
Vim fazer esse post para reclamar primeiramente,porque a quantidade de piadinhas que estou vendo sobre o a tragédia de Santa Maria,é absurda.A quantidade de pessoas hipócritas falando que a presidenta chorou pelo pessoal de Santa Maria,mas não chora pela quantidade de gente que morre em hospitais,que morre todos os dias.De certa forma eles estão certos,só que não dá pra comparar uma coisa com a outra,sim,muita gente morreu,como muita gente morre todos os dias.Mas...foi de uma forma que...É difícil explicar.Só acho que as pessoas tem que pensar um pouco na dor da outra pessoa,na dor que os pais,amigos,e todos os parentes estão sofrendo.Outros estão falando que eles eram todos playboys e que com gente rica todo mundo se preocupa.Olha o erro ai,se eles tinham dinheiro ou não,isso não importa,o que importa é que eles eram SERES HUMANOS,e ninguém merece morrer do jeito que eles morreram.Vi uma foto que postaram no Facebook das vitimas ainda na boate e a imagem é horrível,assustadora.Vi no noticiário mostrando rapidamente as condições que a boate ficou por dentro.É tão assustador,tão macabro que parece que é cena de filme de terror.Eu não me abala fácil com imagens,mas essas me chocaram bastante.Então,parem de brincar com essas coisas,se até gente de fora do nosso pais está levando mais a série porque você que mora aqui não pode ser maduro o suficiente pra isso?
O mundo parou em questão ao que ouve,famosos Twittando suas mensagens para as famílias e para o nosso país.Enquanto tem gente aqui falando em ''churrasco em Santa Maria'',eu só desejo todo o mal,sério,todo o mal para pessoas que estão fazendo piadinhas.E se você for uma e está lendo esse texto,olhe o que você esta fazendo,e se você um conhecido seu lá?E se você fosse a mãe ou pai de um deles?Me diga,você iria gostar dessas 'piadas'?Se coloque por um instante no lugar do outro.Veja se você aguentaria a dor de uma mãe que perdeu o filho.
Vi gente até postando sobre como todo mundo quer ajudar,mas não da uma moeda para um mendigo.Eu não sei vocês,mas não querendo pagar de solidária como já falei antes,mas eu ajudo com o que posso,e se for para dar apoio a famílias que eu não conheço e estão sofrendo,sim eu ajudo.Se for para dar uma moeda para algum morador de rua,eu também dou.Só peço que cada um tente se ver no lugar de uma parente de uma vitima.
Outra coisa é a imprensa em cima dos familiares,eles perguntam coisas que são tão obvias para qualquer um,e eu tenho a visão de que eles gostam de filmar gente chorando.Por quê quem pergunta ''Como você se sente?"' para uma mãe que perdeu um filho,ou um pai,amigo,parente?Afinal,que resposta eles acham que vão ter?Jornalistas sem respeito,sem compaixão.
Então quero desejar toda força do mundo pras famílias que perderam um ente querido.E que se você conhece alguém que sofreu essa perda,eu só quero dizer que...Fique forte.E que esses 240 jovens que se foram estejam num lugar melhor.

Hoje em dia eu tenho até medo de ligar o noticiário,é tanta notícia ruim,é tanta morte por um preço tão baixo,é tão desumano.E eu ainda continuo perguntando:Quanto vale uma vida?QUANTO UM VIDA?


Queria repassar essas informações:

SANTA MARIA - AJUDE.

Precisam de médicos, enfermeiros, psicólogos.                                                                      
Ligue (55) 9155-2087.                                                                                                          


Doação de sangue URGENTE.                                                                                               
Endereço: Av. Pres. Vargas, 2291 - Santa Maria - RS.                                                            

DOAÇÕES - Santa Maria precisa de água em garrafinhas, luvas descartáveis, álcool gel, papel higiênico.
Ligue (55) 9155-2087.                                                                                                                     

E gostaria de dar uma opinião minha,que é,que tem gente querendo ajudar aqui em São Paulo,não daria parar ajudar doando sangue aqui e levando pra la?Eu não sei se é uma ideia idiota,ou eu que sou  idiota por dar essa ''ideia''.Só que eu não posso doar já que ainda não tenho 16 anos,mas tem gente que quer e não pode =/

Quer deixar seu link? Use: a href="LINK">NOME DO LINK